Otimização On-Site do WordPress

by Contato setembro 27, 2018
Otimização On-Site do WordPress

Se você quer que seu site WordPress tenha uma classificação alta nos mecanismos de busca, então você deve praticar a otimização on-site. Antes de começar a pensar que isso é complicado demais, deixe-me dizer que a otimização on-page e on-site é simplesmente uma forma de colocar seu site e suas páginas da Web indexadas e classificadas mais rapidamente no Google e em outros mecanismos de pesquisa.

É importante otimizar seu site se você quiser um tráfego altamente qualificado e gratuito dos mecanismos de pesquisa. Quem não quer isso, certo?

Mesmo se você planeja usar anúncios pagos para dar ao seu site um impulso inicial no tráfego, você ainda deve otimizar seu site para que, uma vez fora da “sandbox” do Google, seu site esteja pronto para receber tráfego do mecanismo de pesquisa.

Se você nunca ouviu falar do “sandbox do Google”, é basicamente uma teoria que está circulando nas comunidades de SEO há alguns anos. A teoria é que o Google coloca novos sites (geralmente 6 meses ou menos) em liberdade condicional.

Não importa o quão bom é o seu conteúdo, ou quantos backlinks você recebe de bons sites, se é um novo site, você não chega nem perto da primeira página de qualquer palavra-chave.

Depois do chamado período do sandbox, a maioria dos sites experimenta um fluxo de tráfego livre do Google, conforme atestado pelos dados do Google Analytics.

Agora que você sabe o que é a sandbox, vamos para a próxima seção, para que seu site esteja preparado e pronto quando finalmente sair da sandbox!

Top 7 maneiras de otimizar seu site WordPress

Otimizar seu site é um pouco difícil, em primeiro lugar. Você provavelmente só quer começar a publicar seu conteúdo e colocar seu site na frente do maior número de pessoas possível.

Mas, prometo que, quando você finalmente vir os muitos benefícios de ter um site bem otimizado, agradecerá a si mesmo por dedicar um tempo para aprender todos esses métodos. Vamos começar!

#1 Use um Tema WordPress de carregamento rápido

O Google adora sites rápidos. E os visitantes do site também. Você tem que admitir que até você mesmo pode ficar impaciente com sites de carregamento lento.

A velocidade dos temas do WordPress varia muito. Alguns podem ser mal codificados, o que acrescenta peso desnecessário às páginas da Web, enquanto outros acendem rapidamente. Não estou dizendo que os temas premium são inerentemente rápidos, mas a maioria deles é otimizada para velocidade.

Se você estiver disposto a gastar alguns dólares por um tema premium bem codificado, considere o Genesis Framework do StudioPress (https://my.studiopress.com/themes/genesis). É um dos temas de carregamento rápido mais recomendados entre os usuários do WordPress.

Além disso, se os visitantes do seu site estiverem visualizando o seu site em um dispositivo móvel, considere o uso do plugin AMP para WordPress ( https://wordpress.org/plugins/amp ).

AMP significa Accelerated Mobile Pages, é um projeto de código aberto que tem como objetivo fornecer conteúdo otimizado para dispositivos móveis. Se você já em um site WordPress que foi carregado instantaneamente, então esse site provavelmente estava usando um plugin AMP.

#2 Instalar um plugin de cache

Toda vez que alguém visita seu site, seu servidor da Web envia os arquivos do seu site para o computador do visitante. Com a ajuda de um plugin de armazenamento em cache, seu servidor pode interromper o envio de todos esses arquivos.

Como? Bem, um plugin de cache gera arquivos HTML estáticos, que têm um tamanho de arquivo menor do que os arquivos normais do site, e os envia para o visitante. Isso faz com que seu site seja carregado mais rapidamente no navegador do visitante, o que, por sua vez, ajuda a deixar uma impressão positiva no seu visitante. Como você provavelmente já sabe, um site de carregamento rápido incentiva visitas repetidas.

No artigo  “Plugins Essenciais Para Melhorar seu Site WordPress, eu recomendei que você instalasse o plugin de cache, WP Super Cache, para ajudar a acelerar o seu site. Existem outros plugins de cache disponíveis, gratuitos e premium, e cabe a você decidir qual plugin escolherá instalar.

Confira as opiniões e os comentários de outros usuários, para saber se é o plugin correto para seu site.

#3 Verifique se seu site está visível para os mecanismos de pesquisa

Meses após o lançamento do seu site, bem fora do período normal do sandbox do Google, você começa a se perguntar por que ninguém ainda visita seu site. Você publicou conteúdo altamente valioso, mas ninguém está lendo.

Se você não quiser se deparar com esse problema no futuro, precisará certificar-se de tornar seu site visível para os mecanismos de pesquisa. Quando seu site é novo, e você não tem nenhum conteúdo, você não precisa tornar seu site visível para os mecanismos de busca ainda. No entanto, depois de adicionar conteúdo e você estar pronto para receber tráfego, acesse Configurações > Leitura > Visibilidade nos mecanismos de busca.

Certifique-se de desmarcar a caixa “Evitar que mecanismos de busca indexem este site “.

Aqui está uma captura de tela:

Visibilidade nos mecanismos de busca

Por fim, não se esqueça de clicar no botão “Salvar alterações” para que suas alterações entrem em vigor.

#4 Adicionar um sitemap

Ter um sitemap XML é bom para o SEO do seu site. Um sitemap é literalmente um mapa de todas as páginas importantes do seu site. Quando os mecanismos de pesquisa rastreiam seu site, eles podem acessar facilmente todas as outras páginas importantes do seu site.

Existem muitos plugins de sitemap XML disponíveis no Diretório de Plugins do WordPress, incluindo plugins dedicados para o sitemap. Mas para começar, eu recomendo que você use o plugin Yoast SEO. Este é um plugin muito poderoso e instalá-lo em seu site ajuda a colocar seu SEO em ordem.

Para usar o recurso XML sitemap no Yoast, tudo que você precisa fazer é ir para SEO > Geral > Recursos e, em seguida, role um pouco até onde diz XML Sitemaps . Clique em On para ativar este recurso.

Aqui está uma captura de tela:

Adicionar um sitemap

Na parte inferior da página, não se esqueça de clicar no botão azul “Salvar” para salvar suas alterações.

Se você quiser ver como seu sitemap XML se parece, você pode clicar no link (consulte a captura de tela) que diz “Consulte o sitemap XML“.

Em vez de esperar que o Google encontre seu sitemap, o que pode demorar um pouco se o site for novo, você pode seguir a rota proativa e adicionar seu sitemap ao Google Search Console. Ao fazer isso, o Google pode rastrear suas páginas da web e postagens. Se houver erros no sitemap, você saberá imediatamente.

#5 Use links permanentes legíveis e fáceis de usar

Links permanentes são aqueles que lhe dizem exatamente sobre o conteúdo. Por exemplo, se o nome do seu domínio for Meusiteincrivel.com e você tiver uma postagem sobre por que o SEO é importante, o link permanente deve ser algo assim:

Meusiteincrivel.com/SEO-e-importante ou Meusiteincrivel.com/importancia-do-SEO

Só de olhar para o link, você já pode saber qual será o conteúdo da página, certo? Agora, que tal se seus links forem parecidos com isto:

Meusiteincrivel.com/archives/12345 ou Meusiteincrivel.com/?p=12345

Esses links realmente não significam nada, e é impossível que você adivinhe qual é o conteúdo.

Bem, adivinhe? O Google não gosta desses tipos de links, e é por isso que, se você quiser otimizar seu site para Rankear no Google, é melhor se certificar de que está usando o formato correto para seus links permanentes.

Para configurar os links permanentes clique em Configurações > Links permanentes , em seguida, escolha Nome do post, como você pode ver na imagem abaixo:

O que é importante mencionar aqui é que, quando seu conteúdo já tiver alguns meses e suas páginas já estiverem aparecendo no Google, você precisará ter cuidado ao alterar a estrutura do link permanente.

Você precisará redirecionar os links antigos para os novos links para não perder sua classificação SEO existente. Redirecionamento de links pode ficar bastante complicado, por isso pode ser melhor se você contratar um profissional de SEO para se certificar de que você não irá destruir seu site por acaso.

#6 Use categorias e tags corretamente no WordPress

Categorias e tags podem soar como se fossem as mesmas, mas são duas entidades separadas no WordPress. As categorias são agrupamentos amplos do conteúdo em seu site.

Por exemplo, se você tiver um blog sobre cachorros, poderá usá-lo como categoria em seu blog.

Para tags, você pode usar isso para descrever o que é uma postagem em particular. Então, se você tem uma postagem no blog sobre a criação de Cocker Spaniels Americanos, então sua categoria provavelmente seria Cocker Spaniels, e suas tags seriam cocker spaniel , andar um cocker spaniel , alimentar um cocker spaniel , etc.

#7 Instale um bom plugin SEO para cuidar do seu SEO On-Site

Eu já mencionei o Yoast SEO neste artigo, mas vou mencioná-lo novamente. Yoast é realmente um dos melhores plugins SEO para o WordPress.

Além do recurso Sitemap XML mencionado no ponto 4, você também pode ativar os seguintes recursos no Yoast:

Análise de SEO . Isso ajuda você a escrever conteúdo que os mecanismos de pesquisa adoram. Você terá que digitar uma “palavra-chave de foco”, que é a principal palavra-chave que você deseja classificar.

Yoast lhe dará sugestões sobre como você pode melhorar seu conteúdo. Todas as sugestões acontecem em tempo real, no momento em que você edita seu conteúdo e aborda os problemas que Yoast aponta, então ele vai desaparecer da lista de Problemas ou Melhorias.

Dê uma olhada nesta imagem:

Verifique os pontos listados na seção Problemas e Good results . Você notará que o Yoast controla sua densidade de palavras-chave, sua meta descrição, sua palavra-chave de foco, seu SEO de imagens, a duração de seu conteúdo, links de entrada e de saída e muito mais.

O recurso Análise de SEO do Yoast também permite que você visualize um trecho de como sua página ficará nos resultados de pesquisa do Google.

Você pode editar o título de SEO, o URL slug e a meta descrição.

Como você pode ver na imagem, o Título SEO e Meta-descrição estão mostrando verde, o que significa que está otimizado para SEO.

No entanto, abaixo, onde diz Palavra-chave em foco: descrição de meta , mostra a cor laranja, o que significa que o conteúdo ainda não está otimizado para SEO. O objetivo aqui é obter uma luz verde, portanto, lembre-se disso ao escrever seu conteúdo.

Readability Analysis (Análise de Legibilidade) . Essa ferramenta ajuda você a melhorar a estrutura e o estilo do seu conteúdo. Aqui está um exemplo de Análise de legibilidade por Yoast.

Readability Analysis (Análise de Legibilidade)

Como você pode ver, a guia Legibilidade tem uma cor vermelha, o que significa que o conteúdo precisa ser melhorado. Para obter uma luz verde, tudo o que você precisa fazer é corrigir os problemas listados em Problemas e Good results.

O Yoast facilita ainda mais a localização das áreas problemáticas – basta clicar no ícone do olho para realçar o texto.

Conteúdo estrutural . Você pode identificar quais de suas páginas ou postagens são conteúdo estrutural. Se você marcar uma página como estrutural o Yoast o ajudará a criar links de outras páginas do seu site. Para marcar uma página ou postagem específica como conteúdo de estrutural, simplesmente vá para a seção Conteúdo estrutural e  ”deixe a opção ligado”.

Conteúdo estrutural

Contador de links de texto. O contador de links de texto do Yoast ajuda a melhorar a estrutura do site, mostrando quantos links internos você colocou em sua postagem (links externos), bem como o número de links internos para sua postagem (links de entrada).

Esta ferramenta não é apenas excelente para ajudar no SEO do seu site, mas também ajuda os visitantes do site a navegar em outras páginas relevantes do seu site. Isso ajuda a incentivar as pessoas a permanecer no site por mais tempo, o que também é bom para o SEO do seu site.

Integração Ryte. Para garantir que seu site ainda seja indexável pelos mecanismos de pesquisa, ative esse recurso. Ryte irá verificar o seu site semanalmente. Se houver um problema com a indexação do seu site, você receberá uma notificação no seu painel do WordPress, bem como no seu e-mail.

Palavras finais

Otimizar o seu site WordPress vai dar um monte de trabalho, e até que você finalmente veja o seu site subindo nas páginas do mecanismo de busca, vai parecer que você não tem nada para mostrar para ele. Não desista. Continue otimizando seu site e você obterá os benefícios mais tarde!

Social Shares

Inscreva-se Para Receber Dicas Para Seu Site

Receba conteúdo especial para turbinar seu site WordPresss

Related Articles

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *